Carcereiros - O Filme



Você com certeza já ouviu falar da série Carcereiros. Exibida na Globoplay e na TV Globo, a série, que é basada no livro de Drausio Varella, têm duas temporadas. Vi pouquíssima coisa da série de TV, mas sei que ela se concentra em mostrar o retrato do dia a dia dos profissionais e prisioneiros para se aventurar num outro caminho. Esse é o do filme de ação em Carcereiros - O Filme, com direito a explosões, tiros, fugas e outros detalhes que a gente está acostumada no cinema americano. Ter visto pouco da série não foi um problema para entender e admirar o filme. Ele funciona bem, especialmente entrando num modelo no qual o cinema nacional não tem grande tradição.



A história

Tudo começa quando Adriano (Rodrigo Lombardi), o conhecido agente penitenciário da série,  que recebe a missão completamente diferente de tudo que ele já havia feito. Ele e seus companheiros devem supervisionar a estadia de um terrorista internacional (Kaysar Dadour) que irá pernoitar no presídio. A situação foge um pouco do controle quando Adriano tem que administrar as facções criminosas que dominam a prisão. Isso porque eles decidem matar o terrorista, já que este é acusado de explodir uma escola e matar crianças. Só que nesse momento, o inesperado acontece, e um grupo armado muito bem treinado invade o local.




A crítica

O ritmo da história é frenético. O público se sente perdido, assim como os carcereiro, com relação ao que o grupo que invadiu a prisão realmente procura. Isso proporciona uma série de reviravoltas, até que se chegue no real objetivo. O diretor José Eduardo Belmonte que já havia demonstrado competência em situações similares em Alemão, novamente consegue convencer, levando o público para baixo e para cima dentro da prisão em busca de resposta.



Rodrigo Lombardi sempre diz que teve pouco tempo para se preparar para fazer Adriano na série. Afinal, ele assumiu o personagem de um dia para outro, após a morte trágica de Domingos Montagner, a escolha origina para o papel. Mas depois de duas temporadas, Rodrigo conhece o personagem como ninguém. Ele não é um herói, mas age como um, tentando fazer com que a coisa toda não exploda dentro da prisão.



O resto do elenco também funciona. O ex-BBB Kaysar Badour surpreende  como o terrorista árabe (foi sua primeira experiência como ator). Isso sem falar em Jackson Antunes, bem diferente do que estamos acostumados a ver como o chefe da missão que invade o presídio. E especialmente quem me chamou mais a atenção, Rômulo Braga, que também está na série do Space Irmãos Freitas, como o chefe de facção Juarez. Ótimo!



Confesso que estou meio saturada de filmes e séries sobre facções que dominam cadeias. Parece uma avalanche de conteúdo sobre isso. Mas de qualquer maneira, Carcereiros - O Filme consegue entreter, com uma produção de bom nível, e uma história que foge um pouco do lugar comum, com a inserção do terrorista. Valeu!




Eu conversei com Rodrigo Lombardi, Kaysar Dadour, Jackson Antunes e Rainer Cadete (que faz outro líder de facção), além do diretor Belmonte. Aguarde que o vídeo será adicionado aqui nesta quinta-feira (28), dia da estreia do filme nos cinemas.







Carcereiros - O Filme Carcereiros - O Filme Reviewed by Eliane Munhoz on dezembro 01, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário